Última hora

Home

Notícias

Uma idosa ficou hoje desalojada, em Bragança, e teve de...

O Bloco de Esquerda (BE) anunciou hoje Enara Teixeira...

O perito forense Duarte Nuno Vieira afirmou hoje no...

André Xavier é o cabeça de lista à Assembleia da...

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas,...

Ocorreu, esta manhã, um acidente de caça em Valongo das...

As queimaduras pelo frio são lesões causadas pela...

O Mafra venceu hoje 1-0 o Desportivo de Chaves graças a...

Uma mulher de 79 anos morreu hoje na sequência de um...

Rui Rui ganhou no distrito de Bragança e Rangel no...

Presépios, iluminação e animação de rua, um concurso de...

O Ministério do Ambiente revelou hoje terem sido, desde...

Morreu o antigo vice-presidente da Câmara de Vimioso,...

Portugal marca presença a partir de hoje no salão "...

A Associação de Solidariedade Social São Pedro, em...

A formação de oleiros é o “maior desígnio” da Câmara de...

O centenário da Diocese de Vila Real vai ser celebrado...

O município de Alfândega da Fé criou uma equipa,...

 A Câmara de Mirandela informou que a Polícia Judiciária...

O município de Mêda, no distrito da Guarda, é o mais...

Publicidade

Publicidade

Reportagens

Celmira Macedo sofreu o estigma de ser ‘retornada’, viu-se segregada por professores e alunos e sofreu dois acidentes vasculares cerebrais quando vivia “a 300 km/h”, circunstâncias que transformou num projeto premiado internacionalmente que pode ensinar 650 milhões de pessoas.

Os Pauliteiros de Miranda arrancaram hoje aplausos de uma plateia multicultural, composta por visitantes provenientes de vários países, no decurso das duas atuações na Expo Dubai 2020, numa altura em que procuram o reconhecimento  da  Unesco.

Empresas de extração de granito estão a recorrer a imigrantes para colmatar a falta de mão de obra no distrito de Vila Real, onde alguns trabalhadores chegaram provenientes do Sul do país após deixarem o trabalho agrícola.

Entrevistas

A pintora Graça Morais transformou “o medo, a angústia e a solidão”, do último ano e meio, em arte que vai mostrar na primeira exposição de inéditos depois da pandemia, no Centro de Arte Contemporânea de Bragança.

Em entrevista dada ao Diário de Trás-os-Montes (DTM), o representante do Movimento Cultural Terras de Miranda, Eng. Aníbal Fernandes, realçou o estado de abandono e de desleixo do poder centro, a EDP em particular, em que deixaram as Terras de Miranda".

"Estou certa de que a ciência aporta valor à cultura, e a cultura aporta valor à ciência. É fundamental esta interligação entre instituições académicas e outras", vincou Aida Carvalho.

Chama-se José Jorge Silva Teixeira e tem 51 anos, é transmontano. É professor de Física e Química do 3.º ciclo do Secundário, no Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins, em Chaves, e venceu a 3ª edição do Global Teacher Award 2020 & Teacher Inspiraton Week.

Foi em maio de 2019 que António Rodrigues experimentou pela primeira vez um automóvel de competição. Quando colocou o “hans” e o apetou o capacete, não imaginava que começava uma carreira no desporto motorizado.

O diretor do Teatro Municipal de Bragança (TMB), João Cristiano Cunha, quer que a comunidade sinta que esta sala é delas, com uma aposta num serviço educativo.