Teresa A. Ferreira

Teresa A. Ferreira

Teatro Tradicional em Carviçais

A Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro de Lisboa, no dia 17 de fevereiro, foi palco de mais um evento cultural, desta feita, organizado conjuntamente com a Associação Portuguesa de Poetas.

O Presidente da Casa de Trás-os-Montes fez a abertura do evento, dando as boas-vindas ao público e ressalvou a longevidade da Casa (118 anos) onde todos são bem-vindos. Mais informou de que está para breve o início das obras da nova sede em Belém. Fez um périplo pelos ilustres transmontanos que muito contribuíram para a Casa. Em seguida, o Vogal da Cultura da Casa conduziu o evento dando a palavra ao Presidente da Associação Portuguesa de Poetas. O Grupo de Gaita de Foles de Lisboa brindou os presentes com a interpretação de duas músicas. Seguiu-se a atuação dos Jograis da APP dizendo alguns poetas transmontanos. Deu-se lugar a um painel de palestras: O Chocalheiro de Bemposta, por António Cangueiro; A Língua e a Cultura Mirandesa, por Orlando Teixeira; e O Auto da Criação do Mundo ou Ramo – O Ciclo da Natividade em Trás-os-Montes, David Luís Casimiro. Seguiu-se a apresentação do nº 6 da POESIS, Revista Literária de Poesia da Associação Portuguesa de Poetas integralmente dedicado ao Teatro Tradicional em Carviçais, Trás-os-Montes. O Presidente da APP encerrou o evento.

A Casa de Trás-os-Montes é de todos os transmontanos e de quem a queira visitar.

© Teresa do Amparo Ferreira, 20-02-2024
   𝙉𝙖𝙩𝙪𝙧𝙖𝙡 𝙙𝙚 𝙏𝙤𝙧𝙧𝙚 𝙙𝙚 𝘿𝙤𝙣𝙖 𝘾𝙝𝙖𝙢𝙖,
   Mirandela, Bragança, Portugal.