Cronicas do autor

Nunca se aprende e a história repete-se

Crónica 308 nunca se aprende e a história repete-se  Pedem-me para não perder o meu otimismo prover...

In ilo tempore

Crónica 305 in ilo tempore 21.12.19 Não resisti. Tenho mesmo de escrever contra o que me irrita na T...

Plantar o futuro como a avestruz

CRÓNICA 302 plantar o futuro como a avestruz, 7.12.19 Tocam os sinos na minha aldeia (é freguesia, s...

Ninguém quer saber da verdade, apenas de que lado estás

Crónica 299 "Ninguém quer saber da verdade, apenas de que lado estás"   Todos sabemos que há dores...

Vamos falar de educação

Crónica 293 vamos falar de educação Porque devemos debater educação e ensino (o que penso sobre a ed...

Historial da AICL em 32 colóquios

Historial da AICL em 32 colóquios   Quando e onde começaram? Começamos no Porto, mas a ideia foi sem...

Uma Páscoa diferente e as páscoas da minha memória

Crónica 331 uma Páscoa diferente e as páscoas da minha memória DEVE SER DIA FERIADO HOJE, na minha...

Conversas do além

290. CONVERSAS DO ALÉM  O CEMITÉRIO DA LOMBINHA DA MAIA É ESTRANHO. Já em 2011 o observei conforme...

Colonialismo, combatentes e falta de respeito

CRÓNICA 289 COLONIALISMO, COMBATENTES E FALTA DE RESPEITO 24.9.19 Há temas que alguns chama fraturan...

Carta de amor ao Pico

Crónica 288 carta de amor ao Pico 19.9.19 Com os aborígenes australianos compreendi que é possível p...

O homem do castelo da Lomba da Maia

crónica 284  O homem do castelo da Lomba da Maia JC era um homem que ficava em casa, incapaz ou sem...

(O meu) Timor 20 anos depois do referendo

CRÓNICA 283 (o meu) TIMOR 20 ANOS DEPOIS DO REFERENDO 29.8.19  Pintura de Margarida Bem Madruga, of...

As festividades de verão - tradições adulteradas

crónica 280. no pasa nada silly season 19.8.19 As semanas passam vertiginosas nesta voragem do tempo...

Um mal nacional ou parolice açoriana em 3 atos

Crónica 279 parolice açoriana em 3 atos 13.8.19   Há esta parolice açoriana de dar nomes estrangeir...

Nos Colóquios da Lusofonia não há culturas superiores, todas são iguais

Nos Colóquios da Lusofonia não há culturas superiores, todas são iguais   A Lusofonia é uma capela s...