Bombeiros de Luto

  Miranda do Douro

Morreu o bombeiro António Ferreira

António Ferreira, de 45 anos, tinha 90% do corpo queimado pelo fogo.

Um dos três bombeiros de Miranda do Douro, que ficaram queimados por um fogo traiçoeiro na quinta-feira, acabou por morrer na madrugada deste domingo, às 00h30. António Ferreira, de 45 anos, tinha 90% do corpo queimado e, no sábado, já apresentava complicações no sistema respiratório.

\"O bombeiro apresentava um quadro clínico muito grave, com disfunção cardiopulmonar, não tendo resistido à gravidade das queimaduras\", revelou o Hospital da Prelada, no Porto, em comunicado.
Os outros dois bombeiros, Daniel Falcão, de 25 anos, e Vítor Ribeiro, de 32, ainda estão internados na Unidade de Queimados do Hospital da Prelada, no Porto.

O mais novo tem 70% do corpo queimado e continua em coma induzido, mas o mais velho já acordou. Vítor Ribeiro está internado apenas para prevenção.

, 2013-08-04